Força-Tarefa Lava Jato vence Prêmio Anticorrupção da Transparency International

Issued by Transparency International Secretariat



A Transparência Internacional   tem hoje o orgulho de anunciar que a Força-Tarefa Lava Jato do Brasil foi selecionada como a vencedora do Prêmio Anticorrupção de 2016.

A Operação Lava Jato foi iniciada como uma investigação local sobre lavagem de dinheiro eé a maior investigação feita até hoje no Brasil com o objetivo de revelar casos de corrupção governamental. 

Desde abril de 2014, os procuradores da Lava Jato estão no comando das investigações. Lidando com um dos maiores escândalos de corrupção do planeta, o caso Petrobrás, eles investigaram e denunciaram sob penas severas alguns dos mais poderosos membros da elite política e econômica brasileira. Até o presente, 232 pessoas foram investigadas e 93 sentenciadas, incluindo políticos de alto escalão e empresários que, no passado, seriam considerados intocáveis. Com sua campanha nacional “10 Medidas contra a corrupção”, os procuradores reivindicam reformas legislativas para aumentar a capacidade de os administradores públicos prevenirem e detectarem casos de corrupção e de as autoridades investigarem, julgarem e punirem esses casos.

Em 30 de novembro, a Câmara dos Deputados aprovou uma versão mais branda da lei. Os deputados eliminaram alguns recursos essenciais sobre a proteção de delações e o financiamento ilegal de campanhas e introduziram uma emenda que abre as portas para o indiciamento de juízes e procuradores por abuso de autoridade. Em casos extremos, a execução das suas funções normais poderia ser interpretada como ilícita de acordo com critérios subjetivos. A nova versão coloca sob risco a independência de juízes e procuradores. 

A legislação proposta ainda tem que passar pelo Senado e a forte pressão pública já começou a reverter as mudanças feitas às “10 Medidas contra a corrupção” originais.

“Bilhões de dólares foram perdidos para a corrupção no Brasil e os brasileiros estão cansados da corrupção que assola seu país. A Força-Tarefa Lava Jato está fazendo um excelente trabalho para garantir que os corruptos, independentemente do seu poder, sejam responsabilizados e que a justiça seja feita”, declarou Mercedes de Freitas, Presidente do Comitê do Prêmio Anticorrupção da Transparency International. “É com muito prazer que premiamos os procuradores brasileiros por trás da Lava Jato, com o Prêmio Anticorrupção de 2016, pelos seus esforços contínuos em pôr fim à corrupção endêmica no Brasil.”

O Prêmio Anticorrupção homenageia indivíduos, organizações internacionais, jornalistas, procuradores, agentes governamentais e líderes da sociedade civil que tenham uma atuação especial no combate à corrupção.

A Operação Lava Jato em curso acionou outras investigações e processos criminais em outros setores e é reconhecida como um marco dos processos penais contra crimes de colarinho branco. As investigações adquiriram força e um grande apoio popular dentro e fora do Brasil.

Os procuradores da Lava Jato são o segundo vencedor brasileiro desde o lançamento dos prêmios da Transparency International em 2000, seguindo os passos do reportante Luis Roberto Mesquita que recebeu o Prêmio de Integridade em 2002.

A  Transparência Internacional recebeu 580 nomeações para 136 indivíduos para o Prêmio Anticorrupção de 2016, reforçando a nossa convicção de que é preciso celebrar os   váriosheróis do combate à corrupção. As nomeações para o prêmio deste ano foram enviadas pelo público e pelas sessões da Transparencia Internacional no mundo todo. O júri do prêmio é um comitê de 8 indivíduos de diferentes partes do mundo que há muitos anos estão ativos no movimento anticorrupção. Vencedores anteriores incluem jornalistas, ativistas e agentes governamentais atuando no combate à corrupção. 

 A Força-Tarefa Lava Jato  receberá o prêmio hoje, durante a 17a Conferência Internacional Anticorrupção na Cidade do Panamá.


For any press enquiries please contact

Natalie Baharav
T: +507 64578869
E: .(JavaScript must be enabled to view this email address)

Latest

Support Transparency International

Apply Now for Transparency International School on Integrity!

Apply today for the Transparency School 2018 and spend an insightful week with anti-corruption enthusiasts from all over the world!

Blog: Making Summits Meaningful: A How to Guide for Heads of Government

Heads of Government spend a lot of time in glitzy international summits. World leaders shouldn't fly around the world just for a photo op or to announce new commitments they have no intention of keeping. Here's is a how-to guide for Heads of Government to make summits meaningful.

Urging leaders to act against corruption in the Americas

The hot topic at this week's Summit of the Americas is how governments can combat corruption at the highest levels across North and South America.

The impact of land corruption on women: insights from Africa

As part of International Women’s Day, Transparency International is launching the Women, Land and Corruption resource book. This is a collection of unique articles and research findings that describe and analyse the prevalence of land corruption in Africa – and its disproportionate effect on women – presented together with innovative responses from organisations across the continent.

Passport dealers of Europe: navigating the Golden Visa market

Coast or mountains? Real estate or business investment? Want your money back in five years? If you're rich, there are an array of options for European ‘Golden Visas’ at your fingertips, each granting EU residence or citizenship rights.

How the G20 can make state-owned enterprises champions of integrity

For the first time in its presidency of the G20, Argentina is hosting country representatives from across the globe to address the best ways of curtailing corruption and promoting integrity in state-owned enterprises (SOEs).

Europe and Central Asia: More civil engagement needed (Part II)

As follow-up to the regional analysis of Eastern Europe and Central Asia, additional examples from Albania, Kosovo and Georgia highlight the need for more progress in anti-corruption efforts in these countries and across the region.

Lutte contre la corruption en Afrique: Du bon et du moins bon

La publication de la dernière édition de l’Indice de perception de la corruption (IPC) offre un bon point de repère pour situer les efforts de lutte contre la corruption que l’Union africaine (UA) poursuivra tout au long de 2018

No hay cambios en las percepciones pese a los avances en América

En los últimos años, América Latina y el Caribe lograron adelantos significativos en la lucha contra la corrupción. En muchos países de la región existen ahora leyes y mecanismos para contrarrestar este fenómeno, las investigaciones legales están avanzando y los movimientos ciudadanos anticorrupción han incrementado. Sin embargo, de acuerdo con el Índice de Percepción de la Corrupción (IPC) 2017, la región continúa con bajos puntajes.

Social Media

Follow us on Social Media

Would you like to know more?

Sign up to stay informed about corruption news and our work around the world