Força-Tarefa Lava Jato vence Prêmio Anticorrupção da Transparency International

Issued by Transparency International Secretariat



A Transparência Internacional   tem hoje o orgulho de anunciar que a Força-Tarefa Lava Jato do Brasil foi selecionada como a vencedora do Prêmio Anticorrupção de 2016.

A Operação Lava Jato foi iniciada como uma investigação local sobre lavagem de dinheiro eé a maior investigação feita até hoje no Brasil com o objetivo de revelar casos de corrupção governamental. 

Desde abril de 2014, os procuradores da Lava Jato estão no comando das investigações. Lidando com um dos maiores escândalos de corrupção do planeta, o caso Petrobrás, eles investigaram e denunciaram sob penas severas alguns dos mais poderosos membros da elite política e econômica brasileira. Até o presente, 232 pessoas foram investigadas e 93 sentenciadas, incluindo políticos de alto escalão e empresários que, no passado, seriam considerados intocáveis. Com sua campanha nacional “10 Medidas contra a corrupção”, os procuradores reivindicam reformas legislativas para aumentar a capacidade de os administradores públicos prevenirem e detectarem casos de corrupção e de as autoridades investigarem, julgarem e punirem esses casos.

Em 30 de novembro, a Câmara dos Deputados aprovou uma versão mais branda da lei. Os deputados eliminaram alguns recursos essenciais sobre a proteção de delações e o financiamento ilegal de campanhas e introduziram uma emenda que abre as portas para o indiciamento de juízes e procuradores por abuso de autoridade. Em casos extremos, a execução das suas funções normais poderia ser interpretada como ilícita de acordo com critérios subjetivos. A nova versão coloca sob risco a independência de juízes e procuradores. 

A legislação proposta ainda tem que passar pelo Senado e a forte pressão pública já começou a reverter as mudanças feitas às “10 Medidas contra a corrupção” originais.

“Bilhões de dólares foram perdidos para a corrupção no Brasil e os brasileiros estão cansados da corrupção que assola seu país. A Força-Tarefa Lava Jato está fazendo um excelente trabalho para garantir que os corruptos, independentemente do seu poder, sejam responsabilizados e que a justiça seja feita”, declarou Mercedes de Freitas, Presidente do Comitê do Prêmio Anticorrupção da Transparency International. “É com muito prazer que premiamos os procuradores brasileiros por trás da Lava Jato, com o Prêmio Anticorrupção de 2016, pelos seus esforços contínuos em pôr fim à corrupção endêmica no Brasil.”

O Prêmio Anticorrupção homenageia indivíduos, organizações internacionais, jornalistas, procuradores, agentes governamentais e líderes da sociedade civil que tenham uma atuação especial no combate à corrupção.

A Operação Lava Jato em curso acionou outras investigações e processos criminais em outros setores e é reconhecida como um marco dos processos penais contra crimes de colarinho branco. As investigações adquiriram força e um grande apoio popular dentro e fora do Brasil.

Os procuradores da Lava Jato são o segundo vencedor brasileiro desde o lançamento dos prêmios da Transparency International em 2000, seguindo os passos do reportante Luis Roberto Mesquita que recebeu o Prêmio de Integridade em 2002.

A  Transparência Internacional recebeu 580 nomeações para 136 indivíduos para o Prêmio Anticorrupção de 2016, reforçando a nossa convicção de que é preciso celebrar os   váriosheróis do combate à corrupção. As nomeações para o prêmio deste ano foram enviadas pelo público e pelas sessões da Transparencia Internacional no mundo todo. O júri do prêmio é um comitê de 8 indivíduos de diferentes partes do mundo que há muitos anos estão ativos no movimento anticorrupção. Vencedores anteriores incluem jornalistas, ativistas e agentes governamentais atuando no combate à corrupção. 

 A Força-Tarefa Lava Jato  receberá o prêmio hoje, durante a 17a Conferência Internacional Anticorrupção na Cidade do Panamá.


For any press enquiries please contact

Natalie Baharav
T: +507 64578869
E: .(JavaScript must be enabled to view this email address)

Latest

Support Transparency International

Support Us

Legally sanctioned lying: A moment of truth for the Czech Republic?

A court in Prague struck a blow to civil society in the Czech Republic on Friday, ruling in favour of Prime Minister Andrej Babiš in a libel suit brought by TI Czech Republic.

Next week governments can take a step to close down secrecy jurisdictions. Will they?

National financial regulators attending the Financial Action Task Force (FATF) plenary in Paris 16 – 21 February have the opportunity to significantly reduce money laundering, corruption and terror financing. They must not squander the opportunity.

Why don’t the victims of bribery share in the record-breaking Airbus settlement?

Last Friday, French, UK and US authorities announced that Airbus would pay record penalties for foreign bribery. Notably absent in the agreements are any plans to share the penalty payment with the countries where the company was paying bribes.

Nadie es perfecto

Los países con las puntuaciones más altas en el IPC, como Dinamarca, Suiza e Islandia, no son inmunes a la corrupción. Si bien el IPC muestra que los sectores públicos en estos países están entre los menos corruptos del mundo, la corrupción existe, especialmente en casos de lavado de dinero y otras formas de corrupción en el sector privado.

مشكلة في الأعلى

Переполох на верху

Страны с самым высоким рейтингом по ИВК, такие как Дания, Швейцария и Исландия, не защищены от коррупции. Хотя ИВК показывает, что государственный сектор в этих странах является одним из самых чистых в мире, коррупция все еще существует, особенно в случаях отмывания денег и другой коррупции в частном секторе.

Problèmes au sommet

Les pays les mieux classés sur l’IPC comme le Danemark, la Suisse et l’Islande ne sont pas à l’abri de la corruption. Bien que l’IPC montre que les secteurs publics de ces pays sont parmi les moins corrompus au monde, la corruption existe toujours, en particulier dans les cas de blanchiment d’argent et d’autres formes de corruption du secteur privé.

Social Media

Follow us on Social Media