Líderes e ativistas abordam a impunidade na 15ª Conferência Internacional Anticorrupção em Brasília

Issued by Transparency International Secretariat



A 15a Conferência Internacional Anticorrupção (IACC), que acontece bianualmente e reúne líderes, acadêmicos e ativistas do mundo todo, começou hoje em Brasília (DF) e fará um apelo urgente para que se tome iniciativas de combate à corrupção em todo o mundo, em uma época em que a impunidade ameaça a confiança dos cidadãos com relação às instituições.

Com o tema “Mobilizando pessoas: Conectando os agentes da mudança”, a conferência deste ano, que terá a duração de quatro dias, irá abordar soluções inovadoras em 50 workshops e sessões plenárias. Tais reuniões discutirão como levar adiante a luta contra a corrupção em cinco áreas-chave: o fim da impunidade, uma governança climática limpa, a prevenção contra fluxos financeiros ilícitos, transições políticas que levam a governos estáveis e transparentes, e esportes limpos.

O tema central dessa Conferência é muito pertinente”, disse a Presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, durante o seu discurso de abertura. “A mobilização das pessoas e a conexão entre os agentes de mudança são imprescindíveis. Sigamos o exemplo dos jovens que se mobilizam solidariamente por seus direitos e pelos direitos de seus povos”.

O ministro-chefe da Controladoria Geral da União (CGU), Jorge Hage Sobrinho, acrescentou que "a corrupção é uma das grandes ameaças à humanidade porque ela emperra o desenvolvimento, enfraquece a confiança e, consequentemente, a democracia, prejudicando de forma perversa aqueles que mais necessitam da assistência do Governo. Estamos orgulhosos pelo fato de o Brasil ter sido escolhido para sediar esta conferência, devido ao reconhecimento da importância que temos dado ao combate à corrupção e ao papel de liderança que o Brasil tem adotado sobre este assunto."

Sendo um fórum importantíssimo para todos que se preocupam com governança e anticorrupção, a conferência reunirá mais de 1,5 mil participantes de mais de 100 países, representando o Governo, a sociedade civil, as instituições multilaterais, as comunidades acadêmicas e o setor empresarial. A conferência oferecerá espaço para debates e discussões acerca de ideias inovadoras e ferramentas anticorrupção que têm o propósito de levar a luta contra a corrupção a um patamar mais alto.

"A 15a Conferência Internacional Anticorrupção promete ser a mais eficaz e inovadora; será a melhor”, segundo o juiz Barry O’Keefe, presidente do Conselho da IACC. "A elite do movimento mundial anticorrupção se reuniu para trazer mudança para um mundo melhor, um mundo onde a corrupção é algo condenável."

Unir forças para combater a corrupção se faz especialmente importante nos dias de hoje, como ressaltou Huguette Labelle, presidente da Transparência Internacional, ao dizer que "As ameaças crescentes e as restrições ao espaço da sociedade civil no mundo todo são bastante preocupantes. As organizações da sociedade civil desempenham um papel fundamental na luta contra a corrupção, pois estão mais equipadas para dar voz às vítimas."

Jorge Sanchez, presidente da Amarribo Brasil, o Contato Nacional da Transparência Internacional no Brasil, acrescentou: "Portanto, o objetivo principal da conferência é inspirar as pessoas no mundo todo a reagir contra a corrupção.”

Esta edição da Conferência Internacional Anticorrupção foi organizada pelo Conselho da IACC, em cooperação com a Transparência Internacional, a Amarribo Brasil, o Instituto Ethos e foi sediada pelo Governo do Brasil e a Controladoria-Geral da União.

###

A Transparência Internacional é uma empresa da sociedade civil que lidera a luta contra a corrupção

Aos Editores:

O juiz Barry O’Keefe, presidente do Conselho da IACC; e o Huguette Labelle, presidente da Transparência Internacional; bem como Jorge Sanchez, presidente da Amarribo Brasil; estão disponíveis para entrevistas durante a conferência.

Alguns palestrantes selecionados também estão disponíveis para entrevistas durante a conferência. Para uma lista completa dos palestrantes, por favor visite a página:http://15iacc.org/programme/speakers

O evento será transmitido ao vivo neste endereço: http://omniinovacoes.com.br/streaming/index.php

Para mais detalhes sobre o evento e para credenciamento da imprensa, favor visitar o site www.15iacc.org. O credenciamento da imprensa também estará disponível no local da conferência.


For any press enquiries please contact

Natalie Baharav
Email: .(JavaScript must be enabled to view this email address)

Berlin
Tel: +49 30 3438 20 666

Brasilia
Tel: +55 61 8137 1844

Latest

Support Transparency International

Support Us

New Report: Who is behind the wheel? Fixing the global standards on company ownership

To counter crime and corruption, law enforcement authorities around the world need to be able to swiftly uncover the identities of the real owners of companies. Transparency International argues that public registers of beneficial ownership should be the norm.

هل سيشعل الفساد المستشري فتيل الخريف العربي؟

خلال الشهرين الماضيين، اجتاحت موجة من الاحتجاجات شوارع مصر والعراق ولبنان. وبلغ عدد المحتجين الذين نزلوا إلى الشوارع في لبنان أكثر من مليون شخص ينددون بالظلم، وكان ذلك غالبا في تحدّ للقمع العنيف الذي تمارسه السلطات. وعلى الرغم من اختلاف المطالب التي نادى بها المحتجون في البلدان الثلاثة، بل تختلف حتى فيما بين الحركات في نفس البلد، إلا أن هذا الغضب العارم قام على قاسم مشترك بينها: الفساد وسوء الإدارة المالية للحكومات.

Will rampant corruption spark an Arab Autumn?

A common factor has underpinned mass protests in Egypt, Iraq and Lebanon over the past two months: outrage over corruption and financial mismanagement by governments.

Better blending: how the World Bank can promote transparency in financing sustainable development

As the World Bank holds its annual meetings in Washington D.C this week, Transparency International is calling for greater transparency, accountability and participation in the World Bank’s contribution to financing the 2030 Agenda.

Fighting corruption in the age of “fake news”

"Fake news" has become a major threat to public trust in democracy and news media outlets over the past years. The fight against corruption is also affected.

Right to information: a tool for people power

Globally, approximately 120 countries have right to information laws. In some countries, these laws are top notch, but in others, the laws either don’t exist or need significant improvements. On International Right to Know Day, citizens are speaking out around the world to demand greater accountability from government. But are most people even aware of their right to request information in the first place?

Global Corruption Barometer - Latin America and the Caribbean 2019

The Global Corruption Barometer (GCB) – Latin America & Caribbean highlights the disproportionate effect that corruption has on women and a significant lack of political integrity among government leaders.

Mujeres y corrupción en Latinoamérica y el Caribe

A lo largo de la última década, cada vez más mujeres de Latinoamérica y el Caribe han alzado la voz en reclamo de igualdad de derechos para las mujeres y las niñas.

Social Media

Follow us on Social Media